terça-feira, 8 de março de 2016

O Terror em Chaves e Chapolin - Parte 2


Continuando com minha homenagem a Roberto Bolaños e sua obra que marcou a história da televisão latino americana, vou falar de mais episódios que abordam o terror em Chaves e Chapolin. Se quiser ver a primeira parte clique aqui.

Chaves - O Filme de Terror (1976)

Esse é um dos que mais reprisava no SBT, Chiquinha e Chaves estão assistindo um filme de terror quando são interrompidos pela Bruxa do 71... digo, Dona Clotilde que não quer que eles assistam TV pois Seu Madruga deixou Chiquinha de castigo. Para completar, Quico está com medo de ficar sozinho em casa já que dona Florinda ainda não chegou. Lençóis, máscaras, piripaques e desmaios completam o episódio. Existem outras versões desse episódio em esquetes do programa Chesperito, com participações de Nho Nho e Dona Neves.


Chaves - Os Espíritos Zombeteiros (1974)

Dividido em duas partes, esses episódios eram considerados perdidos desde a última vez que foram ao ar em 1992, o SBT havia arquivado por motivo algum eles e em 2011 voltou a passa-los em sua grade de programação. Muitos fãs tem a teoria de que na verdade os episódios teriam sido arquivados pelo motivo de censura, por eles abordarem o espiritismo. Na história, Seu Madruga todas as noites em estado de sonambulismo leva um prato para o barril do Chaves. Este encontra os pratos e não sabe de onde surgiram. Dona Clotilde vai então dizer para seu Madruga que seriam os "espíritos zombeteiros" os causadores do sumiço de seus pratos e se oferece para fazer uma sessão em sua casa para tentar contatar os tais espíritos. Em 1977 ganhou uma nova versão de uma só parte que conta com a participação da Chiquinha.


Chapolin - A casa dada não se contam os fantasmas (1976)

Não poderia faltar esse episódio, uma clássica história de casa mal-assombrada. Um homem (Villagrán) junto de sua esposa (Florinda) vai receber a herança deixada pelo avô falecido em uma mansão caindo as pedaços. Para receber a herança eles tem que passar a noite na casa, mas coisas estranhas começam a acontecer. O Polegar vermelho é convocado para ajudar o casal assustado. Temos personagens interessantes nesse episódio, como a louca (Angelines Fernandez, a Bruxa do 71) que acredita que existem dinossauros na chaminé da mansão e o sinistro mordomo (Don Ramón, Seu Madruga) que diz viver na casa a 300 anos. No final descobrimos que eles eram um casal de farsantes que forjaram tudo para poderem ficar com a casa. Esse episódio ainda possui uma outra versão de 1976 que conta com a mesma história só trocando alguns atores, como o mordomo sendo interpretado por Rubén Aguirre, o Professor Girafales.


Chapolin - Uma Múmia Bastante Egípcia (1973)

Um grupo de arqueólogos (Ramon Valdez, Florinda Meza e Carlos Villagrán) entram uma pirâmide e se deparam com um sacerdote egípcio (Ruben Aguirre, Girafales) que diz que se entrarem na pirâmide serão amaldiçoados pela múmia (mais clichê que isso impossível). Quando resolvem ir embora, Villagrán acaba sendo raptado pelo sacerdote, o que faz os dois convocarem o Polegar Vermelho para ajudar a resgata-lo. A trilha sonora macabra aqui tem um papel importante, dando aquele toque de suspense. Episódio cheio de piadas geniais como a introdução "Há milhares de anos, antes mesmo do nascimento do Dr Chapatin, os faraós do lendário Egito ordenaram a construção do que atualmente é uma das maravilhas do mundo, as pirâmides. Mas como transportaram milhares de toneladas de pedras de que elas são compostas ? Para essa incógnita os homens da ciência responderam categoricamente que o mais seguro é: Quem sabe ?"


Chapolin - O tesouro do pirata fantasma (1975)

O episódio começa com uma mulher (Florinda usando um cabelo afro loiro!!!), procura abrigo numa cantina abandonada após ficar com o carro sem gasolina. Lá conhece um maluco (Villagrán) que diz estar procurando um tesouro enterrado. Diz ainda que é "tatatatatatatatatatatatatata-taraneto" do pirata Alma Negra (Don Ramón, Seu Madruga) e recebe dicas de onde está o tesouro do fantasma do falecido. É outro episódio que se utiliza bem da iluminação e fotografia. As aparições do pirata são memoráveis. O pirata Alma Negra já havia enfrentando o Chapolin em um episódio anterior, só que daquela vez estava vivo.


Outros episódios do Chapolin que merecem menção honrosa: A Chorona (1980), O Louco da Cabana (1975), Histórias de Bruxas (1976), Por Favor é Aqui que Vive o Morto ? (1974), De acordo com o Diabo (1976), O Lobisomem (1976), O Fantasma do Índio Riacho Molhado (1977) e Nós e os fantasmas (1978).

Nenhum comentário:

Postar um comentário